Segunda-feira, 13 de Março de 2017

Antigas estrelas pedem estádio cheio para o Portugal-Hungria

continente.jpg

© Federação Portuguesa de Futebol

 

Casa cheia. Este é o principal pedido que João Vieira Pinto, Pauleta e Simão Sabrosa fizeram aos portugueses para o jogo entre Portugal e a Hungria, no Estádio da Luz, marcado para o dia 25 de março.

Reunidos no centro comercial Colombo para promover o jogo de apuramento para o Mundial de 2018, numa uma sessão de autógrafos, as antigas estrelas da Seleção Nacional conversaram sobre este reencontro com a Hungria - Portugal empatou 3-3 no Europeu de França.

Para as antigas estrelas, a Hungria é uma equipa a temer, «com qualidade e experiência».

Para João Vieira Pinto a solução está em jogar «com cautela», mas ter sempre «confiança»; enquanto que Pauleta acredita que a vitória é ainda mais possível desde que esteja «um Estádio da Luz cheio».

Para Simão, o estádio cheio é uma certeza, não uma questão. Um ambiente que para o antigo jogador do Benfica, é inesquecível.

«Ver todos os cachecóis no ar, as vozes a cantar o hino como só nós sabemos fazer é inesquecível», disse.

«É um espectáculo fora do campo e é algo que a Seleção merece. Não só pelo que representa, mas também pelo que nos deu», acrescentou João Vieira Pinto.

Porém, nem sempre é fácil só ver. Para Simão Sabrosa, às vezes é preciso conter «aquela vontade de entrar, estar no campo».

Pauleta é da mesma opinião, mas apoia por fora, na condição, também, de português: «Ete grupo merece o apoio dos portugueses e não apenas pelo que fez o Europeu, também pela imagem que tem passado de Portugal. Estamos orgulhosos e é nestes momentos, nos jogos, que os portugueses mais têm de lá estar e apoiar.»

As três antigas estrelas mostraram-se confiantes no apuramento e esperam ver Portugal no Mundial de 2018, porque, como diz João Vieira Pinto, «um Campeonato do Mundo ou da Europa não é a mesma coisa sem Portugal».

 

Fonte: A Bola

publicado por Sara Branco às 17:03
link do post | comentar | favorito